segunda-feira, 26 de março de 2012

Vasco entra de Chico e fica só no empate

Vasco entra de Chico e fica só no empate com o Resende

Time perde a liderança do Grupo B para o Bangu

Uma piada sem graça. Essa foi a sensação que os jogadores do Vasco tiveram após deixarem o gramado, ontem. O tropeço por 1 a 1, em São Januário, contra o Resende não estava nos planos, pois a vitória seria dedicada ao mestre do humor, Chico Anysio, vascaíno apaixonado e que morreu sexta-feira. Infelizmente, com atuação desequilibrada, ninguém riu por último e, vapt-vupt, o Gigante da Colina ainda perdeu a liderança no Grupo B, na Taça Rio.

Cada jogador entrou em campo com uma camisa personalizada com nomes de personagens marcantes do humorista, mas o Professor Raimundo (Juninho) não conseguiu conduzir sua ‘escolinha' no primeiro tempo. Lenta e sem inspiração, a equipe não oferecia riscos ao Resende, que se engraçou nos contra-ataques.

Azambuja (Dedé) e Fumaça (Renato Silva) mostravam empenho, mas o gol dos visitantes estava maduro. Aos 26 minutos, ‘Roberval Taylor' (Fernando Prass) defendeu chute à queima-roupa e impediu que o Vasco saísse atrás no placar. Mas, aos 28, nada pôde fazer: Hiroshi aproveitou o erro na saída de bola do Vasco e deixou Elias livre para escorar.

Na etapa final, Nazareno (Alecsandro) se tornaria o grande personagem da partida, não por ter mulher feia. "A minha é linda", garantiu o atacante. Ele desperdiçou mais uma cobrança de pênalti - terceiro nas três últimos - e escutava reclamações quando deixou a arquibancada ‘Ca-la-da'. Aos 35, o camisa 9 desviou cruzamento de Justo Veríssimo (Allan) para empatar.

A esta altura, Alberto Roberto (Diego Souza) não servia nem para ‘símbalo sescual' e deixava o gramado vaiado. A homenagem a Chico Anysio foi incompleta, e Vasco ainda perdeu a liderança. ‘Tomou, papudo'.

Meia hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário