segunda-feira, 5 de março de 2012

OPOSIÇÃO ESTÁ "PUTIN DA VIDA" NA RÚSSIA

9.
As eleições presidenciais na Rússia foram claramente enviesadas em favor do primeiro-ministro Vladimir Putin, afirmaram monitores internacionais da votação num relatório nesta segunda-feira.

"Não havia uma competição real e o abuso de recursos do governo asseguraram que o vencedor final das eleições nunca fosse uma dúvida", disse um dos monitores da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa), Tonino Picula, no comunicado.

"O processo se deteriorou no momento da apuração e evoluiu negativamente em um terço das seções eleitorais em consequência de irregularidades de procedimento", afirma a OSCE em seu comunicado.

"Os candidatos na eleição presidencial russa puderam fazer campanha sem obstáculos, mas as condições estiveram claramente enviesadas a favor de um candidato, o primeiro-ministro Vladimir Putin", acrescentam os monitores.

"A eleição mostrou que havia um ganhador certo com uma maioria absoluta que evita um segundo turno. No entanto, a escolha dos eleitores estava limitada, pois a concorrência eleitora não era equitativa e faltava um árbitro independente", completa a OSCE, em referência à Comissão Central Eleitoral.

Monitores também pediram para que supostas violações eleitorais na votação de domingo fossem profundamente investigadas.

RESULTADOS

O atual primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, será o novo presidente do país pelos próximos seis anos. Com a apuração de 99,84% das urnas nas eleições deste domingo, ele obteve 63,64% -- cerca de 45 milhões -- dos votos totais.

"Vencemos em uma luta aberta e limpa", afirmou Putin na praça moscovita do Manezh, perto do Kremlin, ao comemorar sua vitória com mais de 100 mil de seus partidários ainda com 30% das urnas apuradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário