sexta-feira, 30 de setembro de 2011

NEROtinho botou fogo na cidade

Dizem que foi adotado. Após o assassinato político de Zezédius subiu ao trono, aclamado pela guarda pedetediana foi influênciado por Burrus e Sínicos mas o primeiro morreu e o segundo se afastou deixando Nerotinho sob o domínio de Rosepéia e Suledigelino, seu favorito. Vaidoso, vingativo, foi pouco a pouco abandonado por todos mas condenou inocentes a sarjeta, confiscando recursos públicos entre outras maluquices. moveu intensa perseguição aos cristãos, atribuindo-lhes o incêndio de Romampos, que ele próprio mandara atear. Julgando-se grande atleta, sempre exercitou muito a língua nos circos que criou, fato compatível com sua posição de imperador. Passado alguns anos, eclodiu uma revolta na baixada flumigálias onde , que foi apoiada por Galbral, que marchou para a capital e foi proclamado imperador. Nerotinho, sentindo-se perdido, considerado desequilibrado pelo irmão, fêz-se matar por um escravo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário