domingo, 24 de julho de 2011

quarta-feira, 20 de julho de 2011

HOJE FLAMENGO X PALMEIRAS 21H50

CAMPEONATO BEASILEIRO DE 2011


terça-feira, 19 de julho de 2011

sábado, 16 de julho de 2011

Papa excomunga bispo chinês ordenado sem permissão do Vaticano

O papa Bento 16 excomungou Lei Shiyin, o novo bispo de Shantou, na China, ordenado em 14 de julho sem a permissão da Igreja Católica Apostólica Romana, informou neste sábado o Vaticano.
Em comunicado, o órgão máximo da Igreja Católica explica que Lei foi submetido às sanções previstas no artigo 1.382 do Código de Direito Canônico, que preveem a excomunhão automática.
A lei estabelece a sanção a quem confira a consagração episcopal sem mandato pontifício e também a quem a receba.
O Vaticano acrescenta que o sacerdote já foi informado de que não podia ser aceito pela Santa Sé como bispo.
No dia de sua ordenação, o Vaticano expressou em comunicado sua "dor e preocupação" pela "ordenação ilegítima" de outro bispo na China sem a permissão de Bento 16, e justificou que o ato era "contrário à unidade da Igreja universal".
O sacerdote José Huang Bingzhang foi ordenado bispo de Shantou (Guangdong) em cerimônia presidida pelo prelado Fang Xinyao, presidente da Associação Patriótica Nacional, conhecida como "Igreja Patriótica", controlada pelo Partido Comunista chinês.
Pelos dados do Vaticano, na China existem entre 8 e 12 milhões de católicos, divididos entre os pertencentes à Igreja controlada pelo governo comunista e a clandestina, fiel ao Vaticano e perseguida por Pequim.
O Vaticano e a China não mantêm relações diplomáticas desde 1951 e, para retomá-las, Pequim exige que a Santa Sé rompa previamente com o Taiwan e não "interfira" nos assuntos internos chineses.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Anos de chumbinho...



Enquanto isso, no ministério...

Procurador-geral pede a condenação de 36 réus do mensalão

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu ontem ao STF (Supremo Tribunal Federal) a condenação de 36 réus por envolvimento no esquema do mensalão. Somadas, as penas máximas chegariam a 4,7 mil anos de prisão.
O parecer de 390 páginas, ao qual a Folha teve acesso, é a última peça a ser enviada por Gurgel antes do julgamento do caso, denunciado em 2006 por seu antecessor, Antonio Fernando Souza.
"O Ministério Público Federal está plenamente convencido de que as provas produzidas no curso da instrução, aliadas aos elementos obtidos no inquérito, comprovaram a existência do esquema de cooptação de apoio político descrito na denúncia", escreveu Gurgel.
Se o caso for julgado procedente e nenhum dos crimes prescrever, o publicitário Marcos Valério de Souza, acusado de operar o esquema, poderá ser condenado a até 527 anos de prisão.
O ex-ministro José Dirceu (Casa Civil), chamado de "chefe da quadrilha", e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares pegariam até 111 anos.
Mesmo que o STF opte pelas condenações máximas, a legislação limita o cumprimento de pena a 30 anos, além de estabelecer regras para que os condenados diminuam suas penas.
Os réus sempre negaram a existência do esquema.
Depois de mais de cinco anos de processo, em que foram realizados diversas perícias e tomadas centenas de depoimentos, o procurador-geral concluiu que ficou comprovada a existência do esquema criminoso, revelado pela Folha em 2005.
O STF não estabeleceu prazo para o julgamento. O processo do mensalão é um dos mais complexos que a Corte já recebeu.
"Foi engendrado um plano criminoso voltado para a compra de votos dentro do Congresso Nacional. Trata-se da mais grave agressão aos valores democráticos que se possa conceber", escreveu Gurgel sobre a suposta distribuição de dinheiro em troca de apoio político ao governo do ex-presidente Lula.
Segundo o parecer, o grupo "agiu ininterruptamente" "entre janeiro de 2003 e junho de 2005 e era dividido em núcleos específicos, cada um colaborando com o todo criminoso em busca de uma forma individualizada de contraprestação".
Marcos Valério é apontado como "líder do núcleo operacional e financeiro" e José Dirceu, como "chefe da quadrilha", reeditando a expressão usada por Antonio Fernando Souza na denúncia.
"Marcos Valério, na condição de líder do núcleo operacional e financeiro, foi juntamente com José Dirceu, pessoa de fundamental importância para o sucesso do esquema ilícito de desvio de recursos públicos protagonizado pelos denunciados", afirma o documento.
Segundo Gurgel, o esquema tinha por objetivo, "mais do que uma demanda momentânea (...), fortalecer um projeto de poder do PT de longo prazo".
Sobre Dirceu, ele escreveu: "Partindo de uma visão pragmática, que sempre marcou a sua biografia, José Dirceu resolveu subornar parlamentares federais, tendo como alvos preferenciais dirigentes partidários de agremiações políticas".
"A força do réu é tão grande que, mesmo depois de recebida acusação por formação de quadrilha e corrupção ativa pelo pleno do STF, delitos graves, ele continua extremamente influente dentro do PT, inclusive ocupando cargos formais de relevo", concluiu o procurador.
Gurgel pediu a absolvição de dois réus: o ex-ministro Luiz Gushiken e Antônio Lamas.

Ameaça é mais grave

Mais grave que processar blogueiros é ficar espalhando a ameaça. Pensam que estão em que época para amedrontar incautos? Isto é digno dos autoritários que imaginam controlar tudo e todo$. Intere$$ante é que até na forma ele$ fizeram acordo.

Do blog de Roberto Moraes

quarta-feira, 6 de julho de 2011

terça-feira, 5 de julho de 2011

Ilustração de danças latinas

Ilustração feita para um jornal q não posso dizer nome. Vai que o deputado vai lá e consegue me tirar de novo de outro meio de comunicação!! Walter jr.

domingo, 3 de julho de 2011

Selação do Brasil estreia hoje sob a batuta de GANSO

O santista Neymar é a grande estrela da seleção brasileira, mas é no meio campista Ganso que o técnico Mano Menezes deposita suas esperanças de ter um time equilibrado e inteligente na estreia na Copa América, hoje, contra a Venezuela. Jogador de estilo clássico e técnico,
o novo camisa 10 da seleção será o responsável por ditar da equipe, tal qual um maestro.

ZEZÉ PERRELLA HERDA MANDATO NO SENADO



Deverá causar polêmica e barulho a chegada ao Senado do suplente do ex-presidente Itamar Frandco, Zezé Perrella (PDT-MG). O presidente do Cruzeiro herda um mandato quase inteiro no Senado e, de quebra, ganha refresco em investigações por enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Na condição de parlamentar, terá foro privilegiado, o que significa que as investigações agora dependem da autorização do STF. Ou seja, não vai dar NADA!

sábado, 2 de julho de 2011

MORRE ITAMAR FRANCO

Internado com leucemia e pneumonia grave, o senador e ex-presidente Itamar Franco (PPS-MG) morreu hoje aos 81 anos em São Paulo. Itamar criou o Plano Real que derrubou a hiperinflação que foi executado por Fernando henrique Cardoso e outros economistas. O corpo será cremado em Minas Gerais.