quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

É impossível não me lembrar de Django Reinhart

Ícone do jazz europeu, nascido belga mas francês de criação, Django, apesar de ter contruído sua carreira através da guitarra, começou tocando violino e banjo. Diante de tantas adversidades ao longo da sua vida ( sofreu sérias queimaduras nas mãos), criou uma música complexa e interessante, que transita pelos ouvidos com leveza e sutilidade, sem deixar de lado todo o sentimento e expressão que carrega das origens ciganas, onde habita a melancolia e a alegria com toda técnica e swing do jazz, anotando muita sensibilidade, construindo uma sonoridade única, que viria influenciar diversas gerações de músicos pós-Segunda Guerra . Vale conferir! Caricatura feita a nanquim sobre papel scholler. Walter Jr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário