segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Dilma enquadra ministro, e ele luta para ficar

Após a última bronca que tomou no Planalto, advertido por Antonio Palocci (Casa Civil) que deveria cessar a hostilidade contra Henrique Meirelles, o ministro Orlando Silva (Esporte) desistiu da Autoridade Pública Olímpica. Caiu a ficha: é melhor tentar preservar o cargo de ministro, com seus encantos e mordomias, do que continuar irritando a presidente Dilma. Ela ainda o considera “atravessado na garganta”.
O PCdoB, de Orlando Silva, ajuda o ministro a tentar ficar no emprego: jurou que não se rebelará contra a MP da Autoridade Pública Olímpica

Nenhum comentário:

Postar um comentário