sábado, 29 de janeiro de 2011

Disputa por Furnas tem troca de insulto e ameaças entre Garotinho e Eduardo Cunha

A briga pelo comando de Furnas Centrais Elétricas, que começou com denúncias e respostas desaforadas, chegou à troca de insultos. O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o ex-governador Anthony Garotinho (PR-RJ) acusaram-se mutuamente hoje, no microblog Twitter. Os antigos aliados se encontraram na véspera, durante jantar de apoio ao candidato do PT à presidência da Câmara, Marco Maia (RS), e não se cumprimentaram.
Garotinho pôs em dúvida a origem do dinheiro de Eduardo Cunha que, por sua vez, chamou o ex-governador, eleito deputado, de "quadrilheiro". Ambos fizeram ameaças veladas de tornarem públicas informações comprometedoras. "Quem quiser comparar nós dois é só observar o padrão de vida de Eduardo Cunha e o meu. Nos fins de semana vou para Campos, minha cidade. Ele vai para Nova York, onde se hospeda em hotéis de luxo. Eduardo tem polpudas aplicações no mercado financeiro, onde se tornou um grande investidor e mora numa mansão, num dos bairros mais caros do Rio. Eu moro num apartamento alugado, no Flamengo", disse Garotinho, em seu blog e no Twitter.
"Garotinho é caso de polícia e não de política", devolveu Cunha. "Vou preparar uma nota acerca do quadrilheiro Garotinho para encerrar minha parte da polêmica e não vou dar escada para ele ressuscitar", continuou. Inicialmente, a briga de Eduardo Cunha não era com Garotinho, mas com o que o peemedebista chamou de "setores do PT", referindo-se ao deputado licenciado Jorge Bittar (PT-RJ), secretário municipal de Habitação do Rio.
Na semana passada, Bittar encaminhou ao ministro de Relações Institucionais, o petista Luiz Sérgio, um documento em que funcionários de carreira de Furnas denunciam o aparelhamento da estatal e uma série de desvios administrativos, segundo eles patrocinados por Eduardo Cunha. O deputado do PMDB reagiu com ataques à "incompetência" dos diretores de Furnas ligados ao PT. Ao longo da semana, Garotinho fez comentários sobre a disputa em Furnas e Cunha disse que gostaria de relatar reuniões que já teve com o ex-governador. Começou, então, o bate-boca entre os antigos companheiros.




.

Com sensação de 43° C, Rio registra dia mais quente do verão

O Rio de Janeiro teve o dia mais quente do ano, com temperatura máxima de 41,4 ºC, registrada em Santa Cruz, na zona oeste. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a sensação térmica pode ter chegado a 43 ºC no centro.

Segundo o sistema Alerta Rio, o forte aquecimento e as temperaturas elevadas no município favoreceram a sensação de desconforto térmico durante a tarde.

Na estação meteorológica de São Cristóvão, na zona norte, foi registrada temperatura máxima de 39 ºC. Em Guaratiba, na zona oeste, os termômetros marcaram 37 ºC.

A previsão do tempo para este sábado (29) na cidade do Rio é de céu claro com período de nublado e possibilidade de chuvas rápidas em áreas isoladas no final do dia. A temperatura deve variar entre 38 ºC e 23 ºC, de acordo com Inmet.

Pelo segundo dia consecutivo, São Paulo registrou a temperatura mais alta deste verão. Nesta sexta-feira, de acordo com o Inmet, foram anotados 33,1º C.

A marca superou os 32,5º C registrados ontem (27), que era a temperatura mais alta deste verão. As medições foram feitas na estação do Mirante de Santana, na zona norte da cidade, por volta das 15h30.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

BIZARRICES NO TRIBUNAL

Todas as piadas foram retiradas do livro “Desordem no tribunal“. São
coisas bizarras ditas por alguns cidadãos brasileiros dentro do
tribunal que foram transcritas textualmente pelos taquígrafos que
tiveram que permanecer calmos enquanto estes diálogos realmente
aconteciam à sua frente.
Advogado : Qual é a data do seu aniversário?
Testemunha: 15 de julho.
Advogado : Que ano?
Testemunha: Todo ano.
____________________________________________
Advogado : Essa doença, a miastenia gravis, afeta sua memória?
Testemunha: Sim.
Advogado : E de que modo ela afeta sua memória?
Testemunha: Eu esqueço das coisas.
Advogado : Você esquece… Pode nos dar um exemplo de algo que você
tenha esquecido?
____________________________________________
Advogado : Que idade tem seu filho?
Testemunha: 38 ou 35, não me lembro.
Advogado : Há quanto tempo ele mora com você?
Testemunha: Há 45 anos.
____________________________________________
Advogado : Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando
acordou aquela manhã?
Testemunha: Ele disse, ‘Onde estou, Bete?’
Advogado : E por que você se aborreceu?
Testemunha: Meu nome é Célia.
____________________________________________
Advogado : Seu filho mais novo, o de 20 anos….
Testemunha: Sim.
Advogado : Que idade ele tem?
______________________________________________
Advogado : Sobre esta foto sua… o senhor estava presente quando ela foi tirada?
Advogado : Então, a data de concepção do seu bebê foi 8 de agosto?
Testemunha: Sim, foi.
Advogado : E o que você estava fazendo nesse dia?
_______________________________________________
Advogado : Ela tinha 3 filhos, certo?
Testemunha: Certo.
Advogado : Quantos meninos?
Testemunha: Nenhum.
Advogado : E quantas eram meninas?
_______________________________________________
Advogado : Sr. Marcos, por que acabou seu primeiro casamento?
Testemunha: Por morte do cônjuge.
Advogado : E por morte de que cônjuge ele acabou?
_______________________________________________
Advogado : Poderia descrever o suspeito?
Testemunha: Ele tinha estatura mediana e usava barba.
Advogado : E era um homem ou uma mulher?
_______________________________________________

Advogado : Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor checou o pulso da vítima?
Testemunha: Não.
Advogado : O senhor checou a pressão arterial?
Testemunha: Não.
Advogado : O senhor checou a respiração?
Testemunha: Não.
Advogado : Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a
autópsia começou?
Testemunha: Não.
Advogado : Como o senhor pode ter essa certeza?
Testemunha: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.
Advogado : Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?
Testemunha: Sim, é possível que ele estivesse vivo e cursando Direito
em algum lugar !!!
Advogado : Doutor, o senhor se lembra da hora em que começou a
examinar o corpo da vitima?
Testemunha: Sim, a autópsia começou às 20:30 h.
Advogado : E o sr. Décio já estava morto a essa hora?
Testemunha: Não… Ele estava sentado na maca, se perguntando por que eu
estava fazendo aquela autópsia nele.
Advogado: Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua
resposta deve ser oral, Ok? Que escola você freqüenta?
Testemunha: Oral.

Pedro Simon, o franciscano, embolsará mais de R$ 2,6 milhões de aposentadoria

Após 20 anos, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) resolveu pedir a aposentadoria como ex-governador do Rio Grande do Sul. Ao salário de senador (R$ 26,7 mil), ele soma desde novembro R$ 24,1 mil de ex-governador. Ele declarou que ao concluir o mandato, em fevereiro de 2015, vai se decidir pela aposentadoria de ex-governador ou de ex-senador. Até lá, enquanto pensa, Simon vai embolsar mais de R$ 2,6 milhões.
De janeiro de 2011 a janeiro de 2015, Simon terá R$ 1,27 milhão como ex-governador e R$ 1,38 milhão do Senado. Total: R$ 2,6 milhões.

Simon receberá mais que os R$ 1,6 milhão da aposentadoria retroativa do caridoso senador Álvaro Dias (PSDB-PR), como ex-governador.
Até o término do mandato, em 2015, Pedro Simon ganhará por dia 3,2 salários mínimos (R$ 1.786), nos 1.492 dias que restam de mandato.
Em 2000, o senador Pedro Simon ingressou na Ordem Terceira de São Francisco e fez voto de pobreza. Nasceu para ser franciscano.

PT vai pagar salário mensal de R$ 13 mil a Lula

O PT decidiu pagar um salário mensal de R$ 13 mil ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que no próximo dia 10 receberá novamente o título simbólico de "presidente de honra" do partido. O contracheque será equivalente ao do presidente de fato do PT, José Eduardo Dutra.
O novo salário de Lula se soma às duas aposentadorias que ele recebe --uma de anistiado político, outra por invalidez devido à perda do dedo-- e às palestras que devem engordar seu caixa a partir de março.
"Não tem por que não pagar. Ele é um importante dirigente político, está se dispondo a trabalhar junto com o PT", argumenta Dutra.

O salário de Lula vale já a partir de janeiro. Como o estatuto da legenda não prevê pagamento para cargo simbólico, o ex-presidente terá carteira assinada como assessor do PT, mesma situação montada para Dilma Rousseff na campanha.

Segundo aliados do ex-presidente, suas aposentadorias somam R$ 9 mil ao mês.

No patrimônio declarado em 2006, havia R$ 478 mil em aplicações financeiras, em valores da época. Há no PT defesa da equiparação do salário dos dirigentes partidários ao dos congressistas --R$ 26,7 mil.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

" Não é tradição do Congresso"


José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado descartando Dilma Rousseff na abertura ao ano legislativo.

Mengão campeão da Copa São Paulo


Criadouro de mosquito da dengue na Pelinca


Baseado na postagem feita no Carraspana Campista.

Enquanto isso, a obra do valão...


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Suplente inclui foto em galeria e "eterniza" passagem pelo Senado

Suplente de Flávio Arns (PSDB-PR), a senadora Danimar Cristina (PR-PR) vai eternizar sua curta passagem pelo Senado entre 1° e 31 de janeiro. Treze dias depois de assumir, ela solicitou a inclusão de sua foto na Galeria de Senadoras da República. Entre os 32 retratos de mulheres que fizeram história, estão outras que, como Danimar, ficaram apenas um mês na casa. Maria Benigna Jucá (AP) e Valdiolanda Teófilo (SE), ambas em 2003.

Comparar salários é humilhante para militares

No Brasil, os vencimentos de militares não resistem a comparação aos demais salários no serviço público. Para dirigir carros oficiais, por exemplo, um motorista do Senado ganha até R$ 19 mil, enquanto o comandante de fragata da Marinha recebe R$ 8 mil. Na Câmara, há ascensorista recebendo R$ 10 mil para pilotar elevador; na FAB, um piloto de jato de combate Mirage percebe R$ 7.428 por mês Brutos.

domingo, 23 de janeiro de 2011

O Sisu SIFU


No flagrante, o Ministro da Educação Fernando Haddad...

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Amanhã é aniversário de Valter MARAVILHA Black Soul Ratimilaiti veri uel....

Maravilha fica vendendo picolé ou água de coco em frente ao portão do colégio Auxiliadora. Gente boa, está sempre brincando com as crianças e adolescentes da escola e por onde vai é sempre muito requisitado pele sua alegria e otimismo. Vai daqui meus parabéns!!!

Ronaldinho Gaúcho

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Câmara recepciona deputados eleitos

A Câmara dos Deputados realiza, no dia 31 de janeiro, o 2º Encontro Parlamentar, com o objetivo de recepcionar os deputados eleitos ou reeleitos para a 54ª Legislatura. No Encontro, serão apresentados os procedimentos que compõem a rotina administrativa e legislativa da Casa, de forma a auxiliar os parlamentares no exercício do seu mandato. O evento acontecerá das 9h às 13h, no Auditório Nereu Ramos.

No próximo dia 31 de janeiro, a Câmara dos Deputados promoverá o 2º Encontro Parlamentar, com o objetivo de recepcionar os deputados eleitos ou reeleitos para a 54ª Legislatura. No Encontro, serão apresentados os procedimentos que compõem a rotina administrativa e legislativa da Casa, de forma a auxiliar os parlamentares no exercício do seu mandato. O evento acontecerá das 9h às 13h, no Auditório Nereu Ramos.

Participarão do encontro o diretor-geral da Câmara, Sergio Sampaio Contreiras de Almeida, e o secretário-geral da Mesa, Mozart Vianna de Paiva. O Encontro contará ainda com dois palestrantes: Eliane Cantanhêde, jornalista especializada em cobertura política, apresentará um panorama da relação entre a mídia e o Parlamento; e Gil Giardelli, especialista em mídias digitais, fará palestra sobre Democracia Digital.

O evento é restrito aos deputados eleitos ou reeleitos para a 54ª Legislatura.

Ministro diz que jornais estão fora de novo marco regulatório da mídia

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que o texto do novo marco regulatório do governo não tratará de mídia impressa.
Em entrevista concedida na semana passada ao programa "3A1", da TV Brasil, Paulo Bernardo havia afirmado que o novo marco regulatório da mídia deveria incluir a proibição à propriedade cruzada de veículos de comunicação.
No programa, ele defendeu o veto e citou que era contra um mesmo grupo empresarial possuir rádio, jornal e televisão na mesma localidade.
No entanto, na sexta-feira passada, Bernardo afirmou: "Jornal não está nessa discussão, né? O projeto não trata de mídia impressa, nem jornal, nem revista, outdoor, busdoor, tudo isso está fora."
O ministro afirmou ainda que o conteúdo difundido pela internet não deverá ser regulamentado pela nova legislação.
O novo marco regulatório da mídia ainda está em fase de gestação. O texto, que foi proposto pelo ex-ministro da Comunicação Social Franklin Martins, tem o objetivo de regulamentar artigos da Constituição que tratam do setor de comunicação.
O projeto, que deverá ser encaminhado ainda neste ano para discussão e aprovação do Congresso, trata de concessões públicas, como TV e rádio. O ministro não quis antecipar muitos detalhes sobre o anteprojeto.
"Estou fazendo uma leitura do projeto, me inteirando tanto quanto possível de todos os pontos, e assim que o governo tiver uma posição, vamos colocar em consulta e audiência pública, na internet, e deixar que isso seja amplamente discutido.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Estamos inaugurando uma nova era geológica: o "antropoceno"

As crises clássicas conhecidas, como a de 1929, afetaram profundamente as sociedades. A crise atual é mais radical, pois está atacando as bases da vida e de nossa civilização. Antes, dava-se por descontado que a Terra estava aí, intacta e com recursos inesgotáveis. Agora, não podemos mais contar com a Terra sã e abundante em recursos. Ela é finita e está sendo degradada, não suportando mais um projeto infinito de progresso.

A presente crise desnuda a enganosa compreensão dominante da história, da natureza e da Terra. Aquela colocava o ser humano fora e acima da natureza e sua missão era dominá-la. Perdemos a noção de que pertencemos à natureza. Somos parte do Sistema Solar, nossa galáxia, que é parte do universo. Surgimos ao longo de um imenso processo evolucionário. Tudo é alimentado pela energia de fundo e pelas quatro interações que atuam juntas: a gravitacional, a eletromagnética e a nuclear fraca e forte. A vida e a consciência são emergências desse processo. Representamos a parte consciente e inteligente da Via Láctea e da própria Terra, com a missão de cuidar dela para manter as condições ecológicas que nos permitem levar avante nossa vida e civilização.

Ora, essas condições estão sendo minadas pelo atual processo produtivista e consumista. Já não se trata de salvar nosso bem-estar, mas a vida humana e a civilização. Se não moderarmos nossa voracidade e não entrarmos em sinergia com a natureza, dificilmente sairemos da atual situação. Ou substituímos as premissas equivocadas ou corremos o risco de nos autodestruir. A consciência do risco não é coletiva.

Importa reconhecer um dado do processo evolucionário que nos perturba: junto com grande harmonia, coexiste também extrema violência. A Terra, no seu percurso de 4,5 bilhões de anos, passou por várias devastações. Em algumas delas, perdeu quase 90% de seu capital biótico. Mas a vida sempre se manteve e se refez com renovado vigor.

A última grande dizimação ocorreu há 67 milhões de anos, quando próximo a Yucatán, no México, caiu um meteoro de quase 10 quilômetros de extensão. Ocasionou um tremor que afetou todo o planeta, ativando a maioria dos vulcões. Uma nuvem de poeira e gases foi ejetada ao céu, alterando o clima da Terra. Os dinossauros, que por mais de 100 milhões de anos reinavam soberanos, desapareceram. Chegava ao fim a Era Mesozoica, dos répteis, e começava a Era Cenozoica, dos mamíferos. Como que se vingando, a Terra produziu uma floração de vida como nunca antes.

Nossos ancestrais primatas surgiram nessa época. Somos do gênero dos mamíferos.
Mas eis que nos últimos 300 anos o Homo sapiens/demens montou uma investida poderosíssima sobre todas as comunidades ecossistêmicas do planeta, explorando-as e canalizando grande parte do seu produto para os sistemas humanos de consumo. A consequência equivale a outra dizimação. O biólogo E. Wilson fala que a "humanidade é a primeira espécie a se tornar uma força geofísica" destruidora. A extinção de espécies pela atividade humana é 50 vezes maior do que aquela anterior à intervenção humana. O caos climático atual é um dos efeitos.

Nobel de Química de 1995, o holandês Paul J. Crutzen, aterrorizado pela magnitude do atual ecocídio, afirmou que inauguramos uma nova era geológica: o "antropoceno". É a idade das dizimações perpetradas pela irracionalidade do ser humano. Assim terminam 66 milhões de anos da Era Cenozoica. Começa o tempo da obscuridade.
Para onde nos conduz o "antropoceno"?

Leonardo Boff.

Jogador do Flamengo quebra tabela após enterrada em partida pela Liga das Américas

O Flamengo se classificou para a segunda fase da Liga das Américas de basquete após três vitórias seguidas nesta semana. No entanto, o que mais chamou a atenção foi uma enterrada do pivô brasileiro Bábby na vitória sobre o Mavort do Equador, por 81 a 80, na quarta-feira.
Bábby, 30, teve passagens pela seleção brasileira de basquete e pelo Toronto Raptors da NBA.

Tempestade política

Charge Walter Jr.

Projetos antienchente ficam parados no Congresso

Em meio às chuvas que deixaram milhares de vítimas e desabrigados no Rio e São Paulo, mais de 30 projetos com medidas para minimizar os efeitos das enchentes estão parados no Congresso.
As propostas vão de benefícios fiscais para quem doa recursos às vítimas das chuvas até informações solicitadas ao governo federal em tragédias passadas que nunca chegaram ao Legislativo. A cada novo episódio com desabrigados e destruição de municípios, congressistas apresentam propostas que acabam, a maioria, sem sair do papel.

Em 2009, o senador Romeu Tuma (morto no ano passado) apresentou projeto que prioriza desabrigados pelas enchentes nas ações habitacionais do governo.
Na época, Tuma foi motivado pelas chuvas que atingiram São Paulo no final de 2009. Até hoje a proposta espera por votação na Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Número de mortes em Nova Friburgo e Teresópolis sobe para 245

12/01/2011 - 20h24
O número de mortes nas cidades de Nova Friburgo e Teresópolis em decorrência das fortes chuvas que atingem a região serrana do Rio subiu na noite desta quarta-feira. São 97 mortos em Nova Friburgo, 130 em Teresópolis e 18 em Petrópolis, segundo dados das prefeituras. Com isso, já são 245 mortes nos três municípios.
Folhasp.

Ronaldinho Gaúcho ganha charge do filho de Henfil

Cartunista como o pai, Ivan resolveu homenagear a chegada do craque ao clube do coração.

Dilma é capa em revista na Bulgária

A Presidente Dilma Rousseff poi capa da edição número dois da revista "Hello!Bulgária", publicação recém-lançada na Bulgária.

Governo federal libera R$ 700 milhões para estados afetados pelas chuvas

O governo editará medida provisória liberando R$ 700 milhões para ajudar os estados atingidos pelas fortes chuvas dos últimos dias. O Ministério do Planejamento confirmou ter recebido do Ministério da Integração Nacional pedido de crédito extraordinário no Orçamento deste ano.

A medida provisória pode ser publicada ainda hoje (12) em edição extraordinária do Diário Oficial da União. Em princípio, a medida provisória deve liberar ajuda para municípios do Rio de Janeiro e de São Paulo. O Ministério do Planejamento não informou se outros estados serão incluídos no pacote de ajuda financeira.

Mais cedo, a presidente Dilma Rousseff ligou para os governadores do Rio, Sérgio Cabral, e de São Paulo, Geraldo Alckmin, garantindo a ajuda federal. Na última sexta-feira, Dilma já havia conversado com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Ainda hoje (quarta-feira), o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, viajará ao Rio de Janeiro para sobrevoar as cidades mais afetadas pelas chuvas, como Teresópolis e Nova Friburgo. A viagem estava prevista para amanhã, mas foi antecipada por determinação da presidenta Dilma.

Ronaldinho Gaúcho é apresentado na Gávea e agradece o carinho dos torcedores do Flamengo

"Obrigado pelo carinho, espero retribuir dentro de campo. E vamos com tudo. Estou fechado com vocês" declarou o craque Ronaldinho hoje no Rio de Janeiro.

Número de mortes em Teresópolis sobe para 114; 139 morrem na região serrana

A Prefeitura de Teresópolis (RJ) confirmou que o número mortes em consequência das fortes chuvas que atingem a região serrana do Rio chegou a 114 na tarde desta quarta-feira. Com isso, são 139 mortos na região --18 em Petrópolis e 7 em Nova Friburgo. O número de mortes ainda pode aumentar.
O major Gilberto Santos, da Defesa Civil de Nova Friburgo, afirmou que até as 17h30 haviam sido localizados 21 corpos de vítimas das chuvas na cidade. Desse total, 11 mortes foram registradas no centro da cidade e as demais em outras localidades. A Prefeitura, porém, só confirma oficialmente até agora sete mortos.

O prefeito Jorge Mário Sedlacek (PT) assinou o decreto de estado de calamidade pública no município em razão dos danos.

A Defesa Civil de Petrópolis estima que o número de vítimas na cidade passe de 40, pois muitas pessoas podem ter sido arrastadas pelas águas, dificultando a localização dos corpos.

No fim da manhã, após pedido do governado Sérgio Cabral (PMDB), a Marinha autorizou a liberação de dois helicópteros nas ações de resgate das vítimas das chuvas. As aeronaves serão utilizadas para auxiliar o transporte de pessoal e equipamentos do Corpo de Bombeiros.

Segundo a Marinha, serão enviados um aparelho de grande porte e outro de pequeno porte da força aeronaval. Não está previsto o envio de tropas.
CHUVA

As chuvas que atingiram a região entre a noite de ontem e a manhã desta quarta-feira se aproximaram do esperado para todo o mês de janeiro inteiro, segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Em 12 dias, já choveu em Nova Friburgo 84% a mais do que o volume esperado para todo o mês. Das 9 h de ontem às 9 h desta quarta-feira, foi registrado um índice pluviométrico de 182,8 mm --o índice esperado para janeiro inteiro era 199 mm. Desde o começo do ano, as chuvas acumuladas na cidade são de 366,8 mm. Cada milímetro equivale a um litro de água por metro quadrado.

Já em Teresópolis, o volume de chuva registrado nas mesmas 24 horas chegou a 124,6 mm. Com isso, as chuvas acumuladas no mês chegaram a 219 mm. O esperado para o período era de algo entre 140 e 200 mm.

Em Petrópolis, a região do Vale do Cuiabá foi a mais atingida na cidade, com a água subindo mais de cinco metros de altura. Muitas casas foram destruídas pela força das águas do rio Santo Antônio. O Inmet não tem números sobre a chuva na cidade. A previsão do instituto é que as chuvas fortes continuem nos próximos dias, na região serrana e em outras áreas do Estado do Rio.

AJUDA

O governador Sérgio Cabral conversou no começo da tarde de hoje com a presidente Dilma Rousseff para tratar das medidas emergenciais em relação à tragédia causada pela chuva. Cabral está em férias com a família, fora do país, e só chegará ao Rio amanhã.

O governo editará medida provisória liberando R$ 700 milhões para ajudar os Estados atingidos pelas fortes chuvas dos últimos dias. O Ministério do Planejamento confirmou ter recebido do Ministério da Integração Nacional pedido de crédito extraordinário no Orçamento deste ano.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, prometeu visitar na tarde desta quarta-feira as áreas afetadas. A visita é uma das medidas do governo federal acertadas ontem pelo ministro Antonio Palocci (Casa Civil) para ajudar o Estado. Ele se reuniu em Brasília com o senador eleito Lindberg Farias (PT-RJ). A conversa foi acompanhada via conferência telefônica pelo governador Cabral.

O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), coordena em campo as operações dos bombeiros e Defesa Civil. Segundo ele, a situação é muito grave, e em alguns lugares o acesso só é possível por helicóptero.

FOLHASP-18H30

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Prefeitura de Porto alegre rescinde contrato com o Instituto Ronaldinho Gaúcho

A negociação entre a prefeitura de Porto Alegre e a família Assis Moreira para manutenção do contrato com o Instituto Ronaldinho Gaúcho terminou sem acordo. Espantados com o pedido de aumento de 160% nos repasses anuais da Capital para a organização, os representantes da secretaria municipal da Educação decidiram encaminhar a rescisão do documento.

— A proposta ficou muito além daquilo que poderíamos pagar. Em 2010, pagamos R$ 1,4 milhão. O pedido da família Assis elevaria o valor em 160%, chegando a R$ 3,7 milhões — explica a secretária Cleci Jurach.

Apesar do aumento no repasse, o número de crianças atendidas pelo instituto seria o mesmo: 700. Os jovens serão atendidos em outros espaços, que estão sendo alinhavados pela secretaria. A rescisão do contrato foi encaminhada à Procuradoria Geral do Município.

Zerohora.com entrou em contato com a assessoria de imprensa do insituto e aguarda uma posição oficial. Um dos advogados da família Assis que participou da negociação não quis entrar em detalhes sobre o que foi dito pela secretária da Educação.

Vereadores querem devassa nas contas

Os repasses de mais de R$ 5 milhões destinados ao Instituto Ronaldinho Gaúcho ao longo dos últimos três anos serão questionados a partir de hoje pelos vereadores da Capital Adeli Sell (PT) e Dj Cassiá (PTB). Eles pretendem protocolar na Câmara um pedido de informações a respeito dos gastos de verbas públicas por parte da organização.

— É dinheiro público. É nossa obrigação fiscalizar e saber onde foram gastos esses valores. Queremos entender como o Instituto vai fechar, mesmo com todo esse dinheiro que foi repassado e com o salário astronômico que ganha o Ronaldinho. Como ele não tem capacidade de manter? — questiona Adeli Sell.

Segundo o site do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o instituto recebeu um total de R$ 5,3 milhões por parte da prefeitura da Capital. Os vereadores acrescentam que a organização recebeu R$ 2 milhões de verbas do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), em 2007. Conforme os representantes do programa no Estado, o dinheiro foi repassado pelo Ministério da Justiça e seria destinado à realização dos Jogos Gaúchos de Verão. Fonte:ZeroHora.com

Ex-sem-teto locutor vai parar na delegacia após discussão

Voz de veludo acabou nas páginas policiais nos EUA. Ted Williams e sua filha começaram uma discussão acalorada num hotel de Hollywood mas não foram presos. Ele disse que não sabia o motivo do "arranca rabo" mas tudo terminou bem apesar de pai e filha serem autuados na delegacia mais próxima. Será que ele "cantou" algum policial para não ser preso?

Amy Winehouse fará novo show no Rio regado a muita cachaça

Vale a pena assistir. A moça tem um voz fantástica com interpretações nada comum.
Ilustração de Seiler

É Temer...


quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

"Vamos eliminar áreas por onde escoam recursos, como festas"

Ministro Pedro Novais ( Turismo), aquele do motel, prometendo pôr fim ao desperdício.

Che Guevara de Cau Gomes

Ronaldinho Gaúcho diz sim ao Grêmio, publica jornal italiano

O site do jornal italiano "Gazzetta dello Sport" anunciou na tarde desta terça-feira (de Brasília) que o atacante Ronaldinho acertou sua ida para o Grêmio.

Ronaldinho disse sim à proposta do Grêmio há poucos minutos. O anúncio oficial é esperado para as próximas horas, o que abrirá uma nova era na carreira do Gaúcho. No Brasil", diz a publicação numa espécie de ao vivo sobre o mercado de transferências.

Procurado pela Folha, o vice-presidente de futebol do clube gaúcho, Antonio Vicente Martins, não confirmou o acordo.

"Não podemos confirmar essa informação [do Gazzetta dello Sport]. Amanhã [quarta-feira] teremos uma reunião com o Assis para definir a negociação", disse o dirigente.

O site oficial do Milan, equipe em que o atleta tem contrato até metade de 2011, também ainda não se manifestou sobre o assunto.

Ronaldinho é disputado, além da equipe gaúcha, há semanas também por Flamengo e Palmeiras.

No final de 2010, o atacante deixou a delegação da equipe italiana em Dubai, onde faria um amistoso com um time local, e voltou para o Brasil para acelerar a transferência.

Nesta terça-feira, o Palmeiras chegou a divulgar que havia conversado com dirigentes do Milan e que tinha até alterado a sua proposta.

NA ITÁLIA

O dono do Milan, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, visitou os jogadores da equipe na Itália e lamentou a saída do meia-atacante Ronaldinho do clube.

Em declarações para o jornal "Corriere dello Sport", o italiano destacou o talento do atleta em campo.

"É o maior jogador do mundo em relação à velocidade de pensamento e execução [das jogadas], mas foi a sua escolha de retornar para o Brasil", afirmou Berlusconi.

O vice presidente do Milan, Adriano Galliani, participou de reuniões no Brasil com Assis, empresário e irmão do jogador.