sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Após libertação, Assange promete acelerar trabalho do Wikileaks

O Australiano Julian Assange prometeu acelerar a divulgação de documentos secretos americanos após ser libertado da prisão, em Londres, nesta quinta-feira. Assange disse ainda que as tentativas de extraditá-lo à Suécia por acusaçôes de crimes sexuais são parte de uma campanha de "difamação". Boatos dão conta que foi aberta uma investigação do departamento de justiça americano contra as ações do Wikileaks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário