quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Empresário paga aluguel de R$ 12 mil de filho de Lula

Um dos filhos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fábio Luís, mora desde 2007 em apartamento alugado por R$ 12 mil nos Jardins, bairro nobre de São Paulo. Quem paga a conta é uma empresa com contratos com vários governos, entre eles o federal.

Lulinha, como Fábio Luís é conhecido, não é sócio da empresa que paga o aluguel. Mas o Grupo Gol, que alugou o apartamento, é do empresário de mídia e mercado editorial Jonas Suassuna, sócio de Lulinha em um outro negócio, a empresa de conteúdo eletrônico Gamecorp.

Lulinha diz que mobiliou imóvel e pagou despesas
Oi eleva repasse a empresa deficitária de filho de Lula
Filhos de Lula são sócios em 2 holdings

Primo do ex-senador Ney Suassuna (PMDB-PB), Jonas fez fortuna com venda de CDs da Bíblia gravados por Cid Moreira.

Procurado pela Folha, Jonas Suassuna disse que não vai mais pagar o aluguel para o filho do presidente. O grupo tem contrato com vários governos para venda de livro didático; do governo federal, recebeu valores irrisórios nos últimos oito anos.

No prédio, há um apartamento que foi ocupado pelo presidente de uma das maiores usinas de açúcar do país. Há uma unidade por andar, com quatro suítes e o mesmo número de vagas na garagem. O último pavimento conta com deck e piscina. O valor de cada unidade é estimado em R$ 1,8 milhão.

Lulinha disse à Folha que foi morar com o amigo em 2007, quando se separou.

"Ele arcava com o aluguel e eu entrei com os móveis da minha antiga residência e assumi as despesas do apartamento. Há quatro meses pedi para ficar com todo o apartamento, pois me tornei pai, e estamos transferindo o contrato para meu nome."

Já Suassuna, que mora no Rio, disse que tinha um quarto no apartamento, que usava quando viajava a São Paulo até Lulinha levar a mulher e o filho para lá.

ALUGUEL

A Folha apurou que até hoje é Suassuna quem paga o aluguel, e o dono do imóvel não havia sido contatado até a semana passada para discutir mudança no contrato.

Quando alugou o apartamento, o Grupo Gol informou ao proprietário que ninguém moraria lá. O imóvel seria usado para acomodar os executivos da empresa que eventualmente viajassem do Rio, onde está sediada, para São Paulo.

O dono do imóvel afirmou ter sabido pela Folha a identidade do inquilino.

Outro filho de Lula, Luís Claudio, também mora num apartamento nos Jardins, mas em prédio menos luxuoso do que o do irmão.

Luís Claudio disse à Folha que mora com amigos que alugaram o apartamento.

Como a Folha mostrou ao longo desta semana, ambos deixaram a condição de estagiários antes de o pai virar presidente e hoje, oito anos depois, têm seis empresas --apenas uma delas, a Gamecorp, tem sede própria e corpo de funcionários.

O escritório de Lulinha também fica nos Jardins. No mesmo endereço está o escritório da Editora Gol, de Suassuna, e também registrada a G4 Participações, uma das empresas de Lulinha.

Fonte: FOLHASP

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

STF julgará dispensa de exame da OAB

PRESIDENTE DO STJ, ARI PARGENDLER A dispensa de aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil para aquisição de título de advogado será discutida no Supremo Tribunal Federal, segundo decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça, Ari Pargendler, que enviou à Suprema Corte o processo em que dois bacharéis do Ceará, mesmo reprovados no exame, reclamam a inscrição na ordem. Para Pargendler, o fundamento da discussão é constitucional, uma vez que trata da liberdade de trabalho, e já foi identificado como de repercussão geral em recurso semelhante que tramita no STF.

Sede luxuosa do TSE também será "cofre-forte"

A delirante nova sede do Tribunal Superior Eleitoral, um palácio espelhado de 115,5 mil metros quadrados, que custará quase R$ 400 milhões para abrigar sete ministros duas vezes por semana (terças e quintas) à noite, terá mais uma extravagância. Mostrando que cuidar dos votos deve ser muito perigoso, o TSE terá em suas entradas 23 pórticos com dectores de metais e um sofisticado sistema de controle.

Muito caro
As medidas de segurança para o acesso à nova sede do TSE custarão R$ 6 milhões. Sem contar a compra de novos coletes à prova de bala.
Gasto desnecessário

Advogados eleitoralistas são unânimes em afirmar, mas só em off, que a atual sede do TSE é mais que suficiente para suas atividades.

Farra imparável

Só o projeto do magnífico prédio do TSE custou R$ 5,9 milhões aos cofres públicos, pagos ao arquiteto Oscar Niemeyer. E sem licitação.

governo Lula
foi uma festa de
R$ 114 milhões

O governo do presidente Lula foi pródigo em factóides que rasparam os cofres públicos. Em quatro anos, o governo gastou R$ 114 milhões em “festas e homenagens”, segundo levantamento realizado pela ONG Contas Abertas. O governo FHC, reconheça-se, foi menos gastador: no mesmo período, torrou R$ 63,6 milhões, cerca de metade do sucessor. Relações Exteriores e Defesa foram os mais festeiros: R$ 57 milhões.

Perguntar não empacota

O que Lula e família tanto acumularam no Palácio Alvorada durante oito anos, a ponto de exigir onze caminhões para a mudança?

Top-top no adeus

Lula revelou sua maior “mágoa”: a “condenação” do governo pela tragédia da TAM em Congonhas. Pôs palavras no top-top do aspone Marco Aurélio Garcia e não explicou por que sempre se recusou a visitar o local do acidente. Poderia ter nos poupado dessa.

Ferrugem cerebral

Se “não tem mais idade para estudar” porque a Presidência “é uma pós-graduação elevada à quinta potência”, o quase ex-presidente Lula mostra que nada aprendeu. Sobre modéstia, por exemplo.

O piadista

Lembrou o finado e maravilhoso programa PRK-30 a despedida de Lula dizendo no “Café com o presidente” que “foi gostoso demais” governar o Brasil e que “trabalhará até o dia 30 de dezembro”. Ele leva jeito.

Você deve R$ 12.105,26
A bondade do meu querido presidente mundial campeão Lula com todos os brasileiros, é de tamanho imensurável? Será? Pois bem, Lula deu como presente de Natal para os 190 milhões de habitantes, uma dívida a pagar de apenas R$ 12.105,26 para cada brasileiro. Conta simples, é só dividir R$ 2.300.000.000.000,00 que é a dívida pública hoje (R$ 1,6 Trilhão de títulos em poder do público, R$ 600 Bilhões em poder do Banco Central e R$ 100 Bilhões da nova DET - Dívida Externa Líquida), pela população de 190.000.000 de brasileiros, que resulta só em R$ 12.105,26 de débito per capita. Lula é de uma irresponsabilidade tamanha ao passar a dívida inicial de R$ 645 Bilhões para os atuais R$ 2,3 Trilhões e os intelectuais cultos e educados a bater palmas. Como ele sabe, foge do tema dívida como o diabo foge da cruz! Presidenta Dilma auditoria, não tem outra saída, pois a pseuda dívida não é ética e muito menos moral, pode ser até legal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Arabutan Rocha
Maceió - AL

Lula diz que 'voltará às ruas" em 2011. De qual endereço?

Rua da amargura.
Boca do Lixo.
De São Bernardo.
Londres, Paris...
Na minha, não.
De Brasília.
Vai virar carteiro.

www.claudiohumberto.com.br

Sergio Cabral anuncia três novos secretários para seu segundo mandato

O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), anunciou na manhã desta terça-feira três secretários para pastas em seu segundo mandato.

O deputado federal Brizola Neto (PDT) assume a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda, o deputado estadual Felipe Peixoto (PDT) fica com a Secretaria de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, e o engenheiro Ronald Ázaro ficará à frente da nova Secretaria de Turismo, desmembrada da Secretaria de Esporte e Lazer.

Neto do líder político Leonel Brizola, o deputado federal Brizola Neto foi líder do PDT na Câmara, onde defendeu projetos de natureza trabalhista, como o aumento dos aposentados, a definição da política do salário mínimo, o fim do fator redução da jornada de trabalho e a PEC do trabalho escravo.

Já o deputado estadual Felipe Peixoto é administrador formado pela UFF (Universidade Federal Fluminense) e pós-graduado em Direito Público. Ele foi subsecretário regional em Niterói e o mais jovem vereador eleito no município, nas eleições de 2008.

Pós-graduado em Engenharia Econômica, Ronald Ázaro deixa a atual gestão na Secretaria de Trabalho e Renda, onde esteve à frente desde 2008, para assumir a da área de Turismo.

Governo Lula põe publicidade em 8.094 veículos de comunicação

Quando Luiz Inácio Lula da Silva tomou posse, em janeiro de 2003, apenas 499 veículos de comunicação recebiam verbas de publicidade do governo federal. Agora o número foi para 8.094.

Esses jornais, revistas, emissoras de rádio, de TV e "outros" estão espalhados por 2.733 cidades. Em 2003, eram só 182 municípios.

Só neste ano eleitoral de 2010, o dinheiro para publicidade de Lula passou a ser distribuído para 1.047 novos veículos de comunicação.

A categoria "outros" inclui portais de internet, blogs, comerciais em cinemas, carros de som, barcos e publicidade estática, como outdoors ou painéis em aeroportos.

Chama a atenção o aumento do número de "outros". Em 2003, eram apenas 11. Agora, são 2.512. A informação do governo é que a maioria é de sites e blogs.

Lula e sua equipe de comunicação não escondem a simpatia pelo novo meio digital. O presidente foi o primeiro a conceder uma entrevista exclusiva dentro do Planalto para o que a administração petista chama de "blogs progressistas".

Lula da Silva avançou na transparência em relação ao governo do tucano Fernando Henrique Cardoso.

Nunca existiu esse tipo de estatística até 2003. Ainda assim, há buracos negros no processo. Não se sabe quais são os veículos que recebem verba de publicidade estatal nem quanto cada um ganha.

O valor total gasto nos dois mandatos, até outubro deste ano, foi R$ 9,325 bilhões. Dá média anual de R$ 1,2 bilhão.

Essa cifra não inclui três itens: custo de produção dos comerciais, publicidade legal (os balanços de empresas estatais) e patrocínio.

Produção e publicidade legal consomem cerca de R$ 200 milhões por ano. No caso de patrocínio, o gasto médio anual foi de R$ 910 milhões de 2007 a 2009.

Tudo somado, Lula gasta R$ 2,310 bilhões por ano com propaganda. Os valores são semelhantes aos do governo FHC, embora inexistam estatísticas precisas à disposição.

A diferença do petista para o tucano foi a dispersão do dinheiro entre os 8.094 jornais, revistas, emissoras de rádio, de TV e sites. Um espetáculo de 1.522% de crescimento de veículos atendidos. Fonte : FolhaSP

Charge

Walter Jr.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010


Após libertação, Assange promete acelerar trabalho do Wikileaks

O Australiano Julian Assange prometeu acelerar a divulgação de documentos secretos americanos após ser libertado da prisão, em Londres, nesta quinta-feira. Assange disse ainda que as tentativas de extraditá-lo à Suécia por acusaçôes de crimes sexuais são parte de uma campanha de "difamação". Boatos dão conta que foi aberta uma investigação do departamento de justiça americano contra as ações do Wikileaks.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Feijó das ambulâncias ( não é mais o Claudecir) consegue na justiça reaver seu mandamamato de deputado federal


Notícias que chegam de Brasília dão conta de que a PLANAM o espera para comemorar o feito. "Depois da tempestade, vem as ambulâncias..."

TSE AUTORIZA RETORNO DE ROSINHA GAROTINHO AINDA HOJE


No Parque Santo Amaro milhares de puxa-sacos já se encontram no local. Já tem polícia (quatro viaturas) rondando a area devido ao número elevado de secretários e militantes ávidos em dar o bote em algum desavisado. É preciso ter muito cuidado nessa hora...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010