quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Jan Op De Beeck é um craque na arte da caricatura

Esse é fera! Desenha muito Jan OP de Beeck e tem vários livros de caricatura publicado. Recomendo o cara que junto com Sebstian Kruger, são os mais requisitados para trabalhos de ilustrações,charges,cartuns e caricaturas. Pena que não vende no Brasil mas se vc tem um amigo na Europa ou Estados Unidos, acha fácil. Vale a pena!!!!

4 comentários:

  1. Esta é, sem dúvida, a arte de dizer sem falar. Viva a democracia!
    Hélio Júnior

    ResponderExcluir
  2. As charges falam por si por quanto todo o entendimento existe por trás do que a intuição expressa.

    ResponderExcluir
  3. O chargista moderno não é o mestre da profundidade psicológica e sim da capacidade de síntese: o q deve se revelar prontamente é todo visual verdadeiro e convincente.O Eu da personagem, claro, é mais do que um mero pretexto, contudo, ou transparece na própria evidência do traço ou perde virtualmente o interesse. A frase talvez peque um pouco por dogmatismo. Ao olhar simpático do observador, a afinidade prévia com o retratado haverá de tornar fascinantes desenhos apenas razoáveis. A má-vontade, por sua vez, saberá descobrir malícias e ironias de q o autor sequer cogitou. Em última instância, porém, o trabalho só transforma o seu tema em sujeito quando o realiza plasticamente. A sutileza do artista consiste em restringir-se às imagens do homem. Com carinho ou escárnio, estas se desejam afinal imagens humanas, no duplo sentido do termo. Ao invés de aderir ao truque pop-desvelar o vazio da alma contemporânea através da materialidade perecível da imagem-conservar uma imagem de prudência e pudor humanistas é melhor. O tratamento frequentemente agressivo das fisionomias permanece ao nível da imagem: se não se resume a uma caricatura ligeira, tampouco se arroga a pretensão de juízo ético. Depois falo sobre a charge, que vêm do francês e quer dizer "carga".

    ResponderExcluir
  4. Entrei numa página na Web. o desehista é bom mesmo

    ResponderExcluir