quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Hortifruta do PV


20 comentários:

  1. Não acredito que o Partido verde vai se render a "Flauta de Hamelin" do ex governador. Mais um partido que vendido,mas uma ideologia cooptada...mto triste pro Pv isso!

    ResponderExcluir
  2. Não é bem assim...partido que almeja eleger deputados e outros cargos publicos,é natural fazer acordos,traçar estratégias,alianças e apostar em novos nomes.Se tem novos nomes entrando no pverde e se querem ser candidatos, é pq os mais antigos não querem ser candidatos por radicalismo ou falta de interesse de ver a agremiação crescer.

    de voto mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Um laranja e um chuchu...kkkkkkk...O partido verde está mal mesmo,hein!!Quando a gente pensa que já viu tudo...

    ResponderExcluir
  4. Andral chuchu...bom apelido! ele não tem gosto mesmo, parece aguado,sem motivação...não cria asas e fica esperando que outros do partido resolvam questões que o presidente tem obrigação de resolver.

    ResponderExcluir
  5. Se for nessa tocada, vai aparecer o mensalão do PV. Não digo pelo Andral, me parece um cara sério. Mas se o Garotinho começar a mandar .....

    ResponderExcluir
  6. Fala sério! até o pv vai entrar no nensalinho?

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. O Sr. joca ontem em entrevista a um jornal local disse que o partido verde vai apoiar para câmara federal o verador Alfredo Sirkis. Como fica a situação de Sandro Cruz? Será que tentaram impor o nome dele na marra? Sem o apoio da Municipal fica dífícil pr S.C já que os antigos do partido não são de ceder e mem aceitar imposição. Todo mundo perto do Pv campos sabe que o inimigo do partido é o ex governador que dizem apoia sandro por fora para desistabilizaar os verdes.

    ResponderExcluir
  9. Andral é gente boa. NUnca aceitaria nenhum esquema ainda mais com garotinho. Eu confio nele embora o conheça muito pouco.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo das 13:43 Não me interesso pela vida pessoal de nenhum político ou qualquer outra pessoa. Retire as ofensas sem provas dos chargeados que publico seu comentário.

    ResponderExcluir
  11. Olha o que o chargista fez...uma pena que ele não se desenhou....não desenhou o seu Jóca...no momento passado quando se venderam ao governo soberbo do Arnaldo...toda Campos sabe...menos eles...se desenhe chargista...quero ver....

    ResponderExcluir
  12. Qto ao joca não posso responder por ele! vc quer q desenhe o q?eu? não ganhei nada no governo d ninguém...rsrsrsr! bem q queria... pelo portuga é analfa mas quanto ao arnaldo não entendi!Eu fui o q no governo dele? Posso desenhar sim, botando no seu...deixa pra lá!!vc é empresário né, malandro?!!!Vc q ficou rico roubando em governos passados...sei quem é vc!!rsrsrsrsrsrsr!!!!

    ResponderExcluir
  13. Anônimo das 17:02,

    Não costumo me dirigir a anônimos, até porquê se querem o debate mostrem a cara. Criem um blogger - é facil e de graça.
    Só para o seu conhecimento: Quando fomos apoiar a candidatura do Dr. Arnaldo Vianna, não foi pelos seus belos olhos. O que importava era cumprir orientação nacional e estadual de postura contra adversários reconhecidos. Se intere mais sobre política partidária!
    Num outro momento eleitoral, a maioria decidiu pelo apoio ao então candidato Geraldo Pudim,numa vontade do nosso amigo Ivan Viana. Em Campos passou, porém, em reunião no Rio, saimos com a candidatura de Waltinho pelos mesmos motivos já citados.
    Você tem notícia de algum membro do PV que tivesse mando no governo do Dr. Arnaldo?
    Se informe, não sem antes se assumir. ISTO FAZ BEM PRA ALMA!
    Joca Muylaert (Joca e não Jóca)

    ResponderExcluir
  14. Joca já respondeu tudo. O cara q não sabe da história acha q todo mundo é aventureiro..ou desconhece os fatos ou age de má fé. Se quer falar mal de algum de nós se identifique ou monte seu blog fale suas asneiras que por certo não encontrará eco!

    ResponderExcluir
  15. Porra!Essa charge está bombando...

    ResponderExcluir
  16. Cada um interpreta de acordo com sua cabeça. Parem de me aporrinhar com fofocas vãs. Vamos trabalhar!!!!!!!!!!!

    Uma das características do texto gráfico é o fato de a interpretação estar sempre limitada ao conhecimento e interesse de cada um que a vê. Sem dúvida, o grande barato para o artista.
    Há anos acompanho o trabalho de Waltinho, sabedor da sua responsabilidade histórica e da frieza ácida quando os temas lhe dizem respeito.
    Walter é um dos poucos artistas brasileiros que tem uma obra percorrendo o mundo, compondo a exposição itinerante “Não ao Bloqueio”, que terminará em Havana quando da vitória.
    Comentaram-me sobre esta obra de maneira absurda para quem conhece um pouco do caráter do Walter. Não apenas o artista, mas o intelectual envolvido com a história. Com certeza a maior herança deixada pelo seu pai.
    Houve e há sim rumores de que um grupo ligado ou oriundo de um reconhecido adversário do PV estaria em missão junto à agremiação. As fontes são confiáveis, porém nada confirmado.
    É claro que o comentário retrata bem o que nos rege: Aqui não somos um. Somos um todo.
    O Dr. Andral, nosso presidente e líder local, pessoa serena e determinada, é posto como sempre se nos apresenta. Determinado e coerente. Firme e olhando sempre para a frente (que é o que nós, e, certamente, Campos espera dele), porém crédulo e sereno. Sem perder o seu altruísmo, porém.
    Um outro olhar lhe observa com semblante de quem o alveja. Sendo por sua vez seguido pelo seu stratègós.
    Mesmo assim, a sensatez do alvejado não se altera, nem mesmo com a lança da “política moderna” que, sugere, não encontrará abrigo em nossos corpos. O olhar retilíneo e convicto não se turvará por casos nem acasos.
    Pra mim, um verdadeira homenagem do artista à solidez de um grupo que ele mesmo faz parte e sabe com a sua arte defender.
    Mas, como disse, seja o texto que for, o intérprete o carrega para si e para os seus limites, ou fantasias, ou interesses, ou armas para a desconstrução.

    ResponderExcluir
  17. "A vaca está parada. O brejo é que está crescendo". Frase do então senador Siqueira Campos em reunião com FHC. Nenhum dos ministros presentes soube dizer se a frase era uma metáfora ou uma constatação. De qualquer forma,o que é melhor prum partido: a vaca ir pro brejo ou não conseguir escapar do brejo? Resposta rápida pro candidato, pra que reflita sobre o que fazer assim que assumir "o" Cargo: cercar a vaca ou secar o brejo?

    ResponderExcluir
  18. Joca entendeu mto bem a charge visto pela excelente análise contextual do meu comentário gráfico. Registro aqui meus agradecimentos..Qto aos Socráticos, a dúvida e a certeza de que nada entendem!

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  20. Tá mal informado pra caralh...Se fosse filiado saberia q deu um palpite infeliz!!!!

    ResponderExcluir